ROADSAFE - SISTEMA DE ALERTA PARA PREVENÇÃO DE ACIDENTES COM ANIMAIS EM RODOVIAS

General

26638

Ciencia Aplicada

Um dos maiores desafios enfrentados no âmbito do transporte rodoviário atualmente é a elevada incidência de acidentes envolvendo animais. Conforme estimativas de uma pesquisa feita levando em consideração a extensão de dados de estradas pavimentadas no Brasil, no mínimo 14,7 milhões de animais são mortos por atropelamento anualmente. Os danos gerados ao meio ambiente, contribuem ainda mais para que o processo de extinção de algumas espécies aconteça, já que em muitas das vezes espécies já em perigo de extinção, acabam sendo mortas por atropelamento. Ademais, além da perda de espécies há ainda o chamado “efeito barreira”, que deriva do “desencorajamento” dos indivíduos em atravessar as rodovias, fazendo com que haja uma redução na movimentação entre os habitats elevando assim a taxa de endocruzamentos (acasalamento entre indivíduos próximos geneticamente), resultando na perda de diversidade genética. Além disso, há também o grande número de custos relacionados ao próprio acidente que, na maioria das vezes, afeta o próprio motorista, mas que em muitas das vezes pode atingir o Estado. Medidas como placas de sinalização, cercas para a contenção de animais, redutores de velocidade eletrônicos, viadutos de fauna, galerias e caixas secas estão sendo utilizadas atualmente no Brasil para minimizar esse problema. No entanto, a maioria das rodovias brasileiras ainda carece delas. Diante desse cenário, este projeto propõe uma alternativa eletroeletrônica com o objetivo de mitigar o número de acidentes relacionados a animais. A iniciativa compreende o desenvolvimento de um protótipo com o propósito de ser implementado em uma maquete a fim de simular situações reais. O sistema está sendo projetado com a utilização de sensores de presença por infravermelho, os quais têm a finalidade de identificar a presença de “animais”, e sinalizadores para alertar o motorista sobre tal presença. Ademais que a partir de sensores ultrassônicos detecte a presença de carros na pista e acione uma “distração” com o intuito de fazer com que o animal não vá para ela. A ideia é que na prática, o sistema fosse implementado em trechos de estradas onde há os maiores números de casos de atropelamentos de animais. Em conclusão, o projeto propõe uma solução tecnológica robusta para um problema persistente. A implementação efetiva deste sistema pode não apenas ter um impacto significativo na preservação da vida selvagem local, mas também aumentar a segurança dos motoristas nas estradas. Caso implementada, tal iniciativa representará um avanço considerável do Brasil nas medidas de redução de atropelamentos dos animais contemplados com o referido projeto, demonstrando a eficácia da tecnologia como ferramenta para resolver problemas ambientais e de segurança rodoviária.

Participantes

JULIA DUTRA SCHMITZ

JULIA NICOLY DA SILVA XAVIER

Lucas da Silva Machado

Escuela

Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha

Brasil -Río Grande do Sul-Novo Hamburgo