A influência da língua materna no processo de aquisição e aprendizagem de uma língua estrangeira

Maria Eduarda Diógenes de Araújo

General

18356

Divulgación Científica

Esta pesquisa tem como tema a influência da língua materna (LM) no processo de aquisição e aprendizagem de uma língua estrangeira (LE), mais especificamente da língua inglesa. De tal modo, o presente trabalho tem como principal objetivo identificar de que maneira ocorre essa influência, e analisar como, quando e porquê os estudantes recorreram à língua materna durante a aula. Assim, para a concretização dessa identificação, foi realizado uma atividade de escrita com alunos do primeiro e terceiro período do curso de inglês, na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN, além da observação das aulas nessas turmas, bem como o primeiro contato de crianças do ensino fundamental – 5º ano da escola Francisco Pereira Sampaio, com a língua inglesa. É mencionado também, a respeito de alguns métodos que surgiram ao longo do ensino de línguas estrangeiras, sempre com o objetivo de tornar esse ensino mais efetivo. No entanto, veremos também que nenhum desses métodos atenderam todas as necessidades em sala de aula e que, para isso, foi sugerido o chamado método eclético, no qual o professor pode adotar partes distintas de diferentes métodos para aplicar em sala de aula. É discutido ainda, acerca de uma abordagem humanista, na qual os educandos devem adotar para uma melhor relação com seus alunos. Ademais, busca ressaltar-se que as aulas de língua inglesa devem ser dinamizadas, com atividades diversificadas, jogos, vídeos, músicas, e outros meios que envolvam o aluno a fim de tornar o ensino mais envolvente, sempre atentando para o uso da língua meta. A partir disso, foi pensado no possível desenvolvimento de um aplicativo que já contenha as mais variadas formas de tornar uma aula de língua inglesa ainda mais interessante. Dessa forma, quando o professor desejar utilizar dinâmicas ou outras atividades, ele poderá acessar o aplicativo com facilidade e rapidez pelo seu smartphone. Tendo em vista os diversos estudiosos que se dedicaram a área da linguagem, desenvolvemos esse projeto a partir de uma perspectiva teórica, utilizando autores como VYGOTSKY (1931), CHOMSKY (2000), KRASHEN E TRELL (1982) e SOUZA (2015), por meio de pesquisas bibliográficas, além de artigos publicados na internet e sites que se referem a essa temática.

Participantes

MARIA EDUARDA DIÓGENES DE ARAÚJO

Francisco Marcos de Oliveira Luz

Escuela

Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Brasil-Rio Grande do Norte-Pau dos Ferros