ANÁLISE DA QUALIDADE DO AR QUANTO À CONCENTRAÇÃO DE MATERIAL PARTICULADO INALÁVEL NA CIDADE DE CAMBO

Beatriz Faga

General

18353

Divulgación Científica

O material particulado inalável é um dos principais poluentes atmosféricos, prejudicial à saúde humana por ser capaz de adentrar no trato respiratório superior, podendo chegar também aos alvéolos pulmonares, causando inúmeras doenças. Santa Catarina é um dos estados que possui maior número de indústrias e carros per capita, importantes emissores de poluentes. Contudo, possui poucos estudos sobre poluição atmosférica, e nenhuma rede fixa de monitoramento da qualidade do ar, o que torna escassa a informação quanto a situação atual da mesma. Diante disto, o objetivo desse estudo foi avaliar pela primeira vez a qualidade do ar na cidade de Camboriú quanto a concentração de material particulado inalável (MP10). Através de um estudo estatístico descritivo foi possível avaliar, em termos diários e anuais de exposição, as concentrações de material particulado inalável presentes na cidade entre março de 2016 e março de 2017. Os resultados revelaram que além da concentração do poluente ter excedido limites anuais de concentração, estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente e Organização Mundial de Saúde, observou-se através das direções dos ventos que a maioria das concentrações do poluente tiveram origem na região urbana do município e na cidade vizinha, Balneário Camboriú. Entretanto, uma maior base de dados pode viabilizar uma avaliação mais representativa. Visto que não existem dados anteriores sobre a poluição atmosférica na região, esse estudo trouxe importantes informações, representativas para a região da Foz do Rio Itajaí, que poderão ser usadas em futuros estudos sobre a qualidade do ar, contribuindo assim para o crescimento do conhecimento a respeito da qualidade do ar no estado.

Participantes

BEATRIZ FAGA

Letícia Flohr

Escuela

Universidade Federal de Santa Catarina

Brasil-SC-Araranguá