Horsensor: análise da influência de diferentes equipamentos de montaria na Equoterapia - etapa III

Horsensor

General

18180

Divulgación Científica

A Equoterapia é um método terapêutico que utiliza o cavalo como agente promotor de ganhos biopsicossociais de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais. A prática é aplicada de acordo com as necessidades e potencialidades do praticante, a finalidade do programa e os objetivos a serem alcançados. Por isso, é importante desenvolver estudos para compreender cada aspecto da Equoterapia e elaborar propostas específicas para os praticantes. Assim, o objetivo deste projeto foi relacionar a variação dos equipamentos de montaria e a aceleração produzida na Equoterapia. Para isso, serão realizados testes com 24 jovens de idades entre 15 e 18 anos, sem deficiências, e 3 cavalos terapeutas, um macho de 14 anos sem raça definida e duas fêmeas, uma de 20 anos da raça campeiro e uma de 12 anos mestiça crioula. Para a coleta de dados será utilizado o dispositivo desenvolvido na primeira etapa do projeto, obtendo dados dos movimentos tridimensionais na Equoterapia por meio de três acelerômetros, dois acoplados ao praticante e um ao cavalo. Nos testes, alguns fatores como o percurso, o guia e material da pista serão mantidos, enquanto os equipamentos de montaria serão variados. Serão obtidos os dados de cada praticante montando cada um dos três cavalos e utilizando cada um dos quatro equipamentos de montaria a serem avaliados. Os dados obtidos pelo dispositivo durante as experimentações serão armazenados no banco de dados do website desenvolvido durante a segunda etapa do projeto. O plano de pesquisa foi encaminhado para avaliação do Comitê de Ética em Pesquisas com Seres Humanos do Instituto Federal Catarinense (IFC) e para o Comitê de Ética para o Uso de Animais do IFC - Campus Rio do Sul. As experimentações terão início em agosto e serão realizadas em nove dias, uma vez por semana. A Transformada de Fourier será aplicada nos dados e as diferentes situações testadas serão comparadas, buscando relações entre a variação dos equipamentos de montaria e as acelerações produzidas. Espera-se que os resultados alcançados possam contribuir para a melhoria da prática de Equoterapia e consequente futuro aumento da qualidade de vida dos praticantes.

Participantes

DANIEL VERDI DO AMARANTE

Antônio João Fidélis

Escuela

Instituto Federal Catarinense - Campus Rio do Sul

Brasil -Santa Catarina-Rio Do Sul