MESOPLAST:REUTILIZAÇÃO DE RESÍDUOS POLIMÉRICOS NATURAIS E SINTÉTICOS NA CONFECÇÃO DE UMA MADEIRA S

Ellen Kathely Fernandes Cruz

General

18172

Divulgación Científica

A presente pesquisa surgiu a partier de observações no nosso município de Tibia, litoral do Estado do Rio Grande do Norte, e assim como acontece no mundo e no Brasil, específicamente nas cidades praieiras do nordeste identificamos entre os principais problemas ambientais estão o grande acúmulo de resíduos advindos do coco que são descartados após o consumo da água, como também os de garrafas PET provenientes da indústria de alimentos e que se espalham por toda oral maritima e centros urbanos. Os estudos “in locus” mostram que no período de alta estação o problema se agrava em decorrência do aumento de turistas e/ou veranistas, e também pelo descarte inadequado dos resíduos do coco e do PET, estes que tem um processo de decomposição demorado e que impactam negativamente e diretamente na saúde humana e da natureza em geral. Nesse contexto exige-se cada vez mais soluções criativas, e partindo desse entendimento que surgiu a ideia com o objetivo de produzir uma madeira a partir dos resíduos naturais do coco e sintéticos do PET para produção de embarcações marítimas de pequeno porte como resgate da cultura pesqueira, uma das tradicionais formas de gerar renda e economia, mas que ao longo do tempo vem sendo ameaçada de existir. Encontramos na literatura importantes e seguros fundamentos de sustentação teórica, na pesquisa de campo coletamos dados por questiónario semiestruturado aplicada aos barraqueiros, e finalizamos com alguns testes experimentais em laboratórios universitários do RN. Consideramos os resultados satisfatórios, tendo em vista nos conduzir para a elaboração de estratégias e ações de cunho inovador pautadas na política dos cinco Rs (reduzir, reciclar, reaproveitar, repensar e recusar). Deste modo, a pesquisa se apresenta relevante por demonstrar o potencial e as diversas possibilidades de aproveitamento do uso desses resíduos, entre eles a de produzir uma madeira plástica, ou seja, nossa Mesoplast madeira sustentável à base de resíduos do Cocos nucifera (coco) e de politereftalato de etileno (PET) que surgiram como alternativa de substituição às madeiras tradicionais ameaçadas de extinção, e com a finalidade de confeccionar embarcações de pequeno porte resgatando a prática pesqueira, principal atividade rentável de cidades litorâneas, isso mostra que o conhecimeto científico é uma mola propulsora que contribui beneficamente nos contextos histórico, econômico, cultural, ambiental e social.

Participantes

ELLEN KATHELY FERNANDES CRUZ

Ieda Herculana Felipe dos Santos

Escuela

Escola Estadual Rui Barbosa

Brasil--Tibau