Identidade negra: Estudo de caso sobre reconstrução da formação plurietnico e pluricultura da comuni

Negras em ação

General

12607

Divulgación Científica

O reconhecimento de uma comunidade enquanto pertencente a este/aquele grupo particular, passa pelo resgate de sua história, de sua cultura e dos aspectos que a identificam. O objetivo do estudo é identificar os valores históricos da formação da comunidade, a fim de encontrar elementos que permitam a reconstrução da identidade. Especificamente queremos identificar a história, a cultura, a religiosidade e suas variantes linguísticas; Compreender o processo de reconhecimento dos sujeitos enquanto comunidade remanescente de Quilombos, trazendo a educação como meio de construção. Levantamos a seguinte problematização: porque a população residente na comunidade de Bastiões em Iracema/CE não aceita a identidade quilombola?Fazemos essa busca através de uma pesquisa bibliográfica documental e etnográfica, com abordagem descritiva e exploratória de caráter qualitativo. Partimos da observação in loco, por meio de visitas domiciliares para poder estabelecer um diálogo mais estreito com a comunidade, depois aplicamos entrevistas, utilizando formulário de pesquisa aplicados com pessoas idosas e dos estudantes de ensino médio da Escola de EEM D. Joaquim de Figueiredo Correia. Os principais autores que fundamentam esta pesquisa são: MELLO (2003), FLORENTINO E AMANTINO (2012), FREYRE (2003), LIMA (2010). Os resultados apontam os conflitos de identidade permanecem de forma predominante entre moradores da comunidade de Bastiões.

Participantes

LEYLLA ESTER TAVARES NOGUEIRA

BEATRIZ FERREIRA FERNANDES

Escuela

EEM. JOAQUIM DE FIGUEIREDO CORREIRA

BRASIL-Ceará-IRACEMA